Bahia

BA: Produção Mineral de janeiro registra aumento de mais de 60%

A Produção Mineral Baiana Comercializada (PMBC) registrou em janeiro de 2023, um crescimento de 67% em comparação ao mesmo período de 2022. Os dados são do último Sumário Mineral divulgado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE).

Ainda de acordo com o Sumário, ouro (25%), níquel (19%), cobre (19%) e ferro (13%) foram respectivamente os principais bens minerais produzidos. Para o presidente da Companhia Baiana de Pesquisa Mineral (CBPM), Antonio Carlos Tramm, a mineração é de grande importância para as dezenas de municípios baianos. “A mineração tem papel fundamental para o crescimento do estado.

As cidades onde estão situadas as empresas são beneficiadas tanto com o dinheiro da CFEM que retorna para o município, quanto pelos empregos gerados, que normalmente pagam três vezes a mais do que em outros setores, beneficiando toda a economia da região”, declara. Dentre os municípios que lideraram, em janeiro, a produção mineral comercializada da Bahia, destacam-se Itagibá (28%), responsável pela produção do níquel, Jacobina (15%), responsável pela produção de ouro e Jaguarari (12%) e Juazeiro (6%), responsáveis pela produção de cobre.

 

Foto - Wilker Porto / Fonte: Agora Sudoeste

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo