Brasil

Comandante disse que vitória de Lula foi indesejada pelo Exército e infelizmente ocorreu

'Infelizmente, foi o resultado que, para a maioria de nós, foi indesejado, mas aconteceu', disse o general Tomás Paiva

O comandante do Exército, general Tomás Paiva, afirmou a subordinados que a vitória eleitoral do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi “indesejada” pela maioria dos militares, mas “infelizmente” aconteceu.

“Não dá para falar com certeza que houve qualquer tipo de irregularidade [na eleição]. Infelizmente, foi o resultado que, para a maioria de nós, foi indesejado, mas aconteceu”, disse.

Segundo o jornal Folha de S. Paulo apurou, a declaração foi dada a oficiais do Comando Militar do Sudeste em 18 de janeiro —três dias antes de assumir a chefia do Exército com a demissão do general Júlio César de Arruda.

Ainda de acordo com a publicação, o áudio foi gravado de forma escondida por um dos presentes e divulgado pelo podcast Roteirices. O jornal teve acesso à gravação, que circula em grupos de militares desde a última semana. Procurado, o Exército não se manifestou.

 

Fonte: bahia.ba / Foto: José Cruz/Agência Brasil

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo