BahiaRegião

De Guanambi, Dielle Anjos entra para o The Voice Brasil

Uma jovem cantora de Guanambi está participando do The Voice Brasil, reality musical da Rede Globo. Dielle Anjos, de 21 anos, se apresentou nas audições às cegas para os técnicos Carlinhos Brown, Claudia Leitte, Isa, Lulu Santos e Michel Teló.

A apresentação foi no terceiro episódio da temporada, exibido na noite desta terça-feira (2). Dielle Anjos cantou a música “Nenhum Tchum” e virou a cadeira de Claudia Leitte, arrancando elogios da técnica. “Você estava segura. Venha para o meu time!”, vibrou a baiana.

Nesta fase do programa, os técnicos ouvem as apresentações virados de costas para os artistas. Quando eles se convencem do talento vocal dos competidores, acionam um botão que vira a cadeira e passam a ficar de frente para o participante, automaticamente classificado para a sequência do programa.

Na sua entrevista para o programa, Dielle contou que começou a cantar na igreja ainda bem novinha, no distrito de Julião, em Malhada. Ela disse também que trabalha como design de sobrancelhas e que está feliz por representar Guanambi na competição.

Após a apresentação, ao ser perguntada qual sua cidade, a cantora disse que é de Guanambi e lembrou que a cidade é a mesma do marido do cantor Lulu Santos.

Classificada, Dielle vai competir com os demais cantores selecionados na tentativa de chegar até a final da competição e faturar o prêmio de R$ 500 mil, além de um contrato com a gravadora Universal Music Ltda. Uma das competidoras classificadas é a cantora Eulá, de Vitória da Conquista.

A fase atual do reality foi previamente gravada e os participantes se comprometeram a guardar segredo sobre as participações. Na semana passada, antes da estreia do programa, Dielle Anjos deu pistas que poderia ser uma das candidatas ao prêmio de voz do Brasil, ao publicar um vídeo com cortes onde aparece emocionada, viajando de avião e em um corredor de hotel, produzida para se apresentar.

Logo após a exibição de sua participação no programa, ela publicou uma foto confirmando que está no time de Cláudia Leitte na disputa. Rapidamente o número de seguidores no Instagram da cantora começou a crescer.

Os vídeos das apresentações ficam disponíveis no site GShow instantes após a exibição na TV.

Dinâmica da décima edição do The Voice Brasil

A décima temporada do The Voice Brasil, que tem estreia no dia 26/10, está diferente, mas as novidades na disputa não se limitam à ação de um quinto técnico.

A fase ‘Batalha dos técnicos’ volta ao programa, depois de alguns anos, com papel decisivo: é nela que Teló entra com seu time completo na competição, rivalizando de igual para igual com os grupos de Brown, Claudia, IZA e Lulu. Trata-se de uma rodada com ares de final, já que os técnicos desafiam uns aos outros em duelos diretos, e a voz do técnico que perder a batalha é eliminada do reality.

Outra novidade é que a decisão de qual time venceu o embate cabe, pela primeira vez, aos três técnicos que não estiverem participando do duelo. Tudo fica ainda mais acirrado com um bônus especial: o técnico que obtiver mais vitórias ao final de todos os duelos de que participar, ganha uma vantagem para a fase seguinte.

E tem mudança também na fase de ‘Batalhas’, que antecede a ‘Batalha dos técnicos’. Ainda completando seu grupo, durante toda a fase, apenas Michel Teló pode usar o “Peguei” para levar vozes eliminadas para seu time.

Na primeira fase, os candidatos se apresentam e são avaliados apenas pela voz. Os técnicos viram suas cadeiras e montam seus times: Time Brown, Time Claudia, Time IZA e Time Lulu. Se mais de um técnico virar, o participante é quem escolhe com quem quer trabalhar. Se o candidato não for escolhido para nenhum time, Michel Teló, que assiste tudo à espreita, pode escolher apertar o botão e levar a voz para o seu grupo.

São 18 vagas em cada time, além das vagas do Time Teló. O botão de bloqueio fica disponível durante toda a fase. Com ele, os técnicos podem bloquear uns aos outros e o técnico bloqueado só descobre que está impedido de participar da disputa pela voz se decidir virar sua cadeira.

Tira-teima

Os técnicos Carlinhos Brown, Claudia Leitte, IZA e Lulu Santos precisam reduzir seus times e, para isso, escolhem seis vozes para se apresentarem novamente. Os candidatos são divididos em duplas do mesmo time e se enfrentam apresentando shows individuais, e somente um deles é escolhido por seu técnico para permanecer no programa. O outro, fica disponível para todos os demais times por meio do “Peguei”.

Batalhas

Com as equipes formadas, os técnicos Carlinhos Brown, Claudia Leitte, IZA e Lulu Santos dividem seus times em duplas para batalhar cantando a mesma música. Ao final da apresentação, o técnico decide qual dos dois candidatos permanece no time. Nesta etapa, somente o técnico Michel Teló pode usar o “Peguei” para resgatar os eliminados das performances.

Batalha dos técnicos

O Time Teló, já completo, entra definitivamente na disputa para competir de igual para igual com Time Brown, Time Claudia, Time IZA e Time Lulu. Nesta fase, um técnico desafia o outro para um duelo, cada um com uma voz representando seu time. Cabe aos três técnicos que não participam da disputa definir quem foi o vencedor. A voz do time que perder, deixa a competição. Ao final de todas as rodadas, o técnico que tiver mais vitórias ganha uma vantagem para a fase ‘Remix’.

Cada técnico tem seis vagas e pode escolher até três vozes de seu time para avançarem direto para a próxima fase. Os demais integrantes se apresentam disputando as vagas restantes. São duas rodadas de salvamento: na primeira, os técnicos salvam duas vozes de seus próprios times. Na segunda, as vozes ficam à disposição de todos os técnicos. O técnico com mais vitórias na fase ‘Batalha dos técnicos’ tem a vantagem de ser o primeiro a escolher as vozes para completar sua equipe, seguido pelos demais, por ordem de vitórias na fase anterior.

Shows ao vivo

Nos dois primeiros shows ao vivo da temporada, os técnicos dividem seus times em trios. No primeiro programa, metade do time canta e apenas uma voz é escolhida por votação do público para se classificar. No segundo programa, a outra metade se apresenta e o processo se repete. Assim, cada time vai para a ‘Semifinal’ com duas vozes.

Semifinal

Os dois candidatos de cada time se apresentam individualmente, mas apenas um segue para a ‘Final’. Após o show, o público vota na sua voz predileta. Sem saber o resultado da votação, o técnico escolhe um dos participantes para receber uma pontuação bônus. O candidato que alcançar a maior pontuação, somando a porcentagem de voto do público e o bônus concedido pelo técnico, é o finalista do time.

Final

Na grande final, cabe ao público decidir o campeão. O vencedor ganha um prêmio de R$ 500 mil e assina contrato a Universal Music.

O The Voice Brasil tem direção artística de Creso Eduardo Macedo, apresentação de Tiago Leifert e Andre Marques, com Jeniffer Nascimento nos bastidores.

Esta postagem foi modificada pela última vez em 2 de novembro de 2021 23:58

 

Por Tiago Marques / agenciasertao / Foto: Reprodução | TV Globo

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo