Brasil

Mulher dá à luz durante coma e conhece bebê 30 dias depois no interior de São Paulo

O primeiro encontro entre mãe e filha foi feito no dia 3 de agosto, com ajuda de profissionais de um hospital particular de Catanduva (SP).

A dona de casa Milena Brito Vilela estava grávida de seis meses quando começou a sentir os primeiros sintomas associados à Covid-19. Em seguida, testou positivo para a doença e foi internada às pressas em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de Andradina (SP). Trinta dias depois de ser submetida a um parto de urgência, enquanto estava em coma lutando contra a infecção, Milena descobriu que havia se tornado mãe da pequena Helena Flora de Brito Vilela. “Não me lembro de nada.

Acordei e achei que não tivesse mais a minha filha. Minha mãe falava que ela havia nascido, meu marido também falava, mas só fui acreditar quando a vi”, disse Milena ao G1. O primeiro encontro entre mãe e filha foi feito no dia 3 de agosto, com ajuda de profissionais de um hospital particular de Catanduva (SP). “O coração bateu forte. Não vejo a hora de conseguir fazer as coisas sozinha, dela chorar e eu levantar para pegá-la, dar banho, amamentar. Eu quero fazer tudo por ela, tudo e muito mais”, afirmou.

Por Renato Pavarino, G1 Rio Preto e Araçatuba / Foto: G1

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo