Região

Carinhanha completa 112 anos nesta terça-feira (17)

112 anos de emancipação política. A história de Carinhanha começa muito antes da emancipação política, em 1009.

A história de Carinhanha começa muito antes da emancipação política, em 1009. Em 1712, com a chegada do bandeirante Manuel Nunes Viana, vencedor dos paulistas, na Guerra dos Emboabas. Em busca do rio das Velhas, o bandeirante atingiu a margem esquerda do rio São Francisco e indo para o Sul.

Na época, houve um confronto entre a tropa de Manuel e dos índios caiapó, resultando numa luta sangrenta e fracasso dos índios. Vitorioso, o bandeirante fixou base para suas conquistas, local que posteriormente veio a ser o centro de intercâmbio entre a Bahia e o estado de Minas Gerais.

Cargas seguiam de vapores pelo rio São Francisco de Pirapora até Petrolina, em Pernambuco. Carinhanha era um ponto de parada obrigatória. Cercada pelos rios São Francisco e Carinhanha, o encontro dos dois rios coloca o município em uma das melhores rotas do turismo da região, contudo, esse potencial é pouco explorado.

Navegável na época, o transporte foi essencial para o povoamento das cidades localizadas às margens do velho Chico. Hoje, o rio não permite a navegação de grandes embarcações.

Antes de ser Carinhanha, o município teve o nome “Carunhannha”, isto é, “loca de sapo”, no entanto, a maioria atribui o topônimo indígena à grande quantidade de aves de nome Carunhenha existente no lugar, hoje raramente encontradas nas margens das lagoas.

Outros já dizem que o nome é derivado de uma índia de nome Nhanha com a junção de um peixe, carí, dando assim o nome então de Carinhanha. Em 1832, através do Decreto de 20 de abril desse mesmo ano, o “julgado” de São José de Carinhanha, pertencente à comarca do Rio São Francisco foi elevado à categoria de vila, sendo criado também o município, com território desanexado do território de Barra do Rio Grande.

A administração municipal foi inaugurada a 22 de maio de 1834. Sua sede recebeu foros de cidade pela Lei Estadual nº 762, de 17 de agosto de 1909. Carinhanha é administrada pela petista Francisca Alves Ribeiro (Chica do PT).

EDIÇÃO: JOÃO MIGUEL / Folha do Vale
Foto: Reprodução Tharcísio Braga

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo